Arquivos da categoria: Venha ao Festival de Fim de Ano

ceia de natal

Aquele da mancada da padaria…

Desde que eu me entendo por gente adoro organizar e fazer o Natal da minha casa…

Nunca fui a que monta árvore ou coloca as luzes no jardim mas sim a que faz as listas, programação e execução do cardápio…

Sempre brinco que como não tinha dinheiro entrava com a mão de obra…

Na família nunca fizemos “ceia” no sentido de um jantar tarde da noite!

Na intenção de respeitar crianças e velhos (e ninguém ficar de mau humor com fome) e também para ser uma festa mais longa e descontraída fazemos uma mesa de “coisas”…

Minha ambrosia faz sucesso...
Minha ambrosia faz sucesso…

Tábuas de frios, queijos variados, sardella, patês, antepasto de berinjela, ambrosia, panetones, frutas, lichia é parte da tradição!, e lanches de metro!

Petiscos à vontade...
Petiscos à vontade…

Os lanches de metro são o ponto forte pra criançada: recheios simples como queijo prato/lombo canadense ou muçarela/peito de peru fazem sucesso.

Lanches de metro, sucesso na ceia…

Já os de rúcula/frango com requeijão/passas ou de cenoura/alface/queijo prato/salame são os adultos que se esbaldam!

Mas, sempre tem um mas, anote aí: tenha uma padaria de confiança pra chamar de sua e fazer as encomendas!

Teve um ano que a palhaça aqui resolveu encomendar perto de casa: padaria grande, variada, quase 24h, mas como se viu muito ruim de organização!

Deixei pedido com uma semana de antecência 6 pães de metro, pão italiano para as rabanadas, torradas, panetones e chocotones.

Meu irmão foi buscar e voltou puto! Eles não “acharam a encomenda”… Trouxe o que tinha lá à pronta entrega e vamos se virar…

Virou uma linda mesa de self-service de lanches…

Self service de recheios: monte seu lanche no pão francês mesmo...
Self service de recheios: monte seu lanche no pão francês mesmo…

Pão francês e recheios à vontade!

A rabanada saiu, e ficou maravilhosa! E eu adoro ser a banqueteira da família!

Rabanadas douradas e deliciosas...
Rabanadas douradas e deliciosas…
chacara no natal

Aquele do Natal na chácara…

No ano passado, em meados de setembro, eu e meus irmãos resolvemos alugar uma chácara pra passar o natal…

Eu, toda feliz com meu tempo livre, decidi aprender fazer biscoitos lindos e decorados.

Tentei. E desisti.
Tentei. E desisti.

Levamos um freezer lotado de picolés e resolvi que sou uma ótima contadora de causos…. Foi um desastre. Foram 3 desastres na verdade e uma desistência.

200 picolés... Será que dá?
200 picolés… Será que dá?

Mas o mais legal era que tinha um fogão à lenha na chácara. Lotei (literalmente falando!) uma panela de pressão com batatas pra sair uma super maionese (sem passas, pela união da família!)…

Sabe válvula de segurança? Graças a Deus funcionou! Estourou e um geizer de vapor subiu até no teto e voltava em forma de chuva quente… O que eu fiz?????

Tava tudo lindo...
Tava tudo lindo…

Fiquei procurando onde desligava o fogo pra tirar o calor debaixo da panela…. Quando me dei conta da bobagem sai correndo em direção à piscina onde as crianças estavam em segurança…

Crianças em segurança!
Crianças em segurança!

Amém? Rsrsrs

Algum homem pegou um pano e tirou a pesada panela de cima do fogão e pôs na pia…. Tá né? Além de não sair biscoitos num sabe usar panela de pressão no fogão à lenha…